sobre a primeira garota que me relaciono

bom, pode ser que eu saiba ver as qualidades e os aspectos menos atraentes das pessoas. e eu também tenho o poder de decidir quais eu absorvo da pessoa. ao mesmo tempo, isso também depende

do que a pessoa mostra para mim de si. e isso também depende de vários fatores que a própria pessoa não controla. novamente, ela tem o poder de controlar apenas o que ela faz, age, se comporta, demonstra os processos que estão ocorrendo ali em sua mente… falho em tentar decifrar pessoas, em predizer suas palavras, ações, sentimentos, desejos. ficar ansiosa por querer adiantar o futuro é desperdício de energia vital. de qualquer forma, o que eu quero dizer aqui é que só eu posso me melhorar, me olhar e me amar plenamente como sou, retomar meus instintos e sentimentos como dádivas da vida… e se as pessoas não me enxergam/tratam de tal forma, então nada posso fazer. mas também posso escolher retribuir da mesma forma ou apenas seguir minha vida sem pedir nada em troca. Luiza, essa garota que fico, me parece focada em si mesma, em seus problemas pessoais e em falar sobre eles, de maneira que pautam seus assuntos. ao mesmo tempo, busca trabalhar profissionalmente para reverter as desigualdades existentes no mundo jornalísticos, espaço onde ela se vê trabalhando.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s