• nesse momento, em que descubro o que é ser EU além de todas as ansiedades e emoções descontroladas, tento manter o equilíbrio enquanto minha mente aprende a lidar com os extremos.
  • venho percebido mais como meu corpo reage a certas situações, além de os pensamentos, premissas, reações, rótulos, limitações (do que é “certo” ou errado”).
  • até pensar nisso me dá um pouco de ansiedade, mas preciso encarar, preciso confrontar tais comportamentos que perpetuam minha visão trágica/anti-frustração/ imediatista/severa/ tanto em relação a mim, como em relação ao mundo (na esfera micro e macrossocial)
  • quero ser mais leve… mais solta, mais espontânea… algo ainda me trava, me faz pensar demais.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s