O tempo voa o tempo passa

o tempo existe?

ou me transpassa?

o tempo fica e tempo vai

o tempo perdura e se esvai

enquanto eu, com gosto de doença na boca

fico sozinha e solitária à força

se é normal nesses tempos

eu já não sei

como tantas outras coisas

sinto que desandei

mãos entrelaçadas, pé amarrado

me peguei querendo fugir de novo

pros pensamentos que parecem arame farpado

a agonia de não saber de nada

a suposta preguiça que me puxa

ou seria somente mais uma desculpa?

o que me impede de viver, afinal?

é o medo ou é o tempo?

 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s