Vitrola: músicas que marcaram meu 2017

 

  • Which Witch – Florence: escutei durante minha viagem pela Patagônia Argentina. Foi ao som dela que fiz as trilhas pelas montanhas e florestas do país, e, apesar do coração partido devido ao término do namoro recente. Também me inspirou a criar a metáfora da Peregrina Lunar. Essa música me faz sentir forte como os tambores que ressoam na melodia.
  • Funeral Beds – The Districts: essa música, mais especificamente a frase “and I need a friend”, me cativou. Era o que eu precisava naquele momento (meados de março/abril). Meu psicológico não estava bem, meu humor estava oscilando loucamente, minha amizade com a Bruna não estava me fazendo bem. Eventualmente, foi uma amiga que achei na Tatiane e as consequências dessa amizade que me “salvaram”.
  • Elegy – Leif Vollebekk: essa música escutei pelo mês de maio/junho. Estava fazendo frio em Campinas nesse período e, por algum motivo, a melodia me recorda o inverno. Foram meses bons estes: as férias se aproximava, minha viagem, eu e Tatiane nos aproximávamos (ela estava feliz e apaixonada).
  • Heart of a Dog – The Kills: a batida repetitiva me soa sensual, assim como a letra. Me lembrou o livro de fantasia que escrevo. “No matter where I’m hiding, I get lost… but I always come around, it’s a strange fear, allows me to be found” é a minha parte favorita.
  • Woman – Wolfmother: é uma música forte, exaltando uma mulher que eu idealizo me tornar. Acho que representou a mudança de pensamento que eu estava tendo em relação a mim mesma, após anos me auto depreciando.
  • 7/ Twice – Catfish & The Bottlemen: foi uma pessoa que me mostrou essa música enquanto viajávamos pela China (mais especificamente, Pequim). Nós dois estávamos na varanda do hotel, eu fumando um cigarro e ele sentado na minha frente. Peguei o celular dele e comentei que tinha gostado da música. Escutei o álbum inteiro durante a minha viagem pela Espanha com meus pais. A frase “I’d love you but I need another year alone” pode definir (mais ou menos) a nossa relação. Apesar disso, não consigo mais escutar a música, pois ainda é gatilho para emoções de uma nostalgia dolorosa que não consigo controlar.
  • Human/Ready My Mind – The Killers: foram músicas que escutei durante minha viagem pela China, sobretudo enquanto tomava banho (um dos únicos momentos em que eu ficava sozinha, mas não muito (risos)). Eram momentos em que eu refletia toda a experiência e me fazia sentir agradecida por estar ali vivendo os melhores dias do ano. Escutá-las me evocam uma nostalgia que ainda dói um pouco, pois me lembra o quanto feliz eu estava (e agora não me sinto mais assim).
  • Idfc – blackbear: é uma música triste e reflete como eu estava me sentindo após ter um coração partido. Eu queria fingir que não estava abalada com o fato de ter sido dispensada por ele. Na verdade eu queria negar mais para mim mesma de que eu não estava bem.
  • Loveblood – Sundara Karma: é uma música mais animada. Acho que reflete o meu estado de espírito mais alegre, me recuperando de um momento doloroso. A melodia que lembra uma batida de flauta chinesa também ressoa com lembranças das férias. “Lost in the way she says my name” é minha linha favorita, apesar de toda a música ter uma letra agradável de se interpretar, tornando-a gostosa de ouvir.
  • Amerika – Young the Giant: “I’m mad because I don’t know what you used me for” é uma frase que representou bem o meu segundo semestre de 2017. A música toda é melancólica, sensual e com uma batida monótona (não é algo ruim), mas me faz querer escutá-la no volume máximo e cantar bem alto. Parece que ela está sempre na iminência de começar uma batida mais agressiva.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s