Ele não vai voltar.

Na verdade, sua intenção jamais fora permanecer por muito tempo. Ele tem seus motivos. Eu tenho os meus… para ficar machucada.

Ele não vai voltar. Ele não vai vir te explicar o que aconteceu. Ele não vai vir conversar contigo. Ele simplesmente não vai fazer nada. Porque é o mais fácil a se fazer.

Mas eu vou ter que fazer esforço enorme para esquecê-lo. E tudo bem… vai levar um tempo considerável para abstrair a dor nas memórias boas que compartilhamos. No entanto, saiba que ele não vai voltar querendo sentir tudo que eu fui capaz de sentir. Ele teve uma experiência diferente comigo do que eu tive com ele. Suas prioridades emocionais são outras. Nem minha amizade lhe é querida.

Por que então eu insisto em me desgastar com ilusões? Buscando em atos ínfimos uma faísca para alimentar a chama que me consome dia e noite. Tola… eu não quero admitir que já não mais nada ali. Parte de mim sabe disso. Outra metade insiste em se humilhar, em me alterar por inteira para alcançar uma resposta que talvez sequer exista. E perco meu tempo e minha energia tentando formular uma justificativa plausível para ele ter partido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s