Ele é louca.

Grita e joga vasos pelo ar.

Tão cliché!

“Eu esperava mais de uma mulher como tu.”

Ela se enfurece ainda mais com minhas palavras de desdenho.

Sua mente é um caos. A sala, igualmente…

“Esse porta-retrato é uma relíquia da família…”, tento impedi-la de arremessar o objeto. “Era…”, resmungo para mim mesmo. Ela é um caso perdido.

Grita sozinha.

Nunca achei que eu fosse algum dia experimentar um amor com tamanha intensidade.

Que mulher desgraçada!

Enquanto ela amaldiçoa minha alma nessa vida e nas vidas vindouras

eu só consigo pensar em palavras que sejam fieis o bastante para descrever o efeito avassalador que o sorriso dela tem sobre mim.

Por: Demetrius 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s