Nightmare – Nicolai Abraham Abildgaard

Me rasga a pele e te apossa de mim, como tu fazes com as virgens que te sacrifico.

Rega minha boca com tua semente inebriante. Come minha carne e enterra meus ossos no quintal.

Me deixa ébria com tua saliva pecaminosa, faz nascer em mim o príncipe do submundo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s