Mãe

Eu conseguia sentir a tentação conforme a fúria nas palavras cresciam.

A frustração ao cair das lágrimas denunciava o que parecia estar preso na garganta há anos.

Ela rezava para um deus em que não acreditava.

Sua língua se contorcia para não admitir

que eu sempre seria o pior erro dela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s