Guia-me por justiças incertas e democracias flutuantes.

Leva-me para provar a Santíssima Trindade em vizinhanças além-mar.

Soldados, me abracem! Ainda com todas essas bombas caindo sinto-me só.

O silêncio é fantasmagórico, e a fuligem pinta minha visão com um ódio que eu não sabia da existência.

Os corpos caídos nunca me dizem o que está acontecendo. Temo que, algum dia, eles venham se levantar para blasfemar contra nossa Águia protetora.

A cidade queima noite e dia.

Mas Deus não me responde por que o corpo da minha mãe continua imóvel e frio.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s