Enterrada

Eu nasci não poeta

Nasci eu

Nasci discreta

Ou só quis me tornar.

Eu nasci não guerreira

Nasci detestada

Nasci segunda-feira

Era só pra me lembrar.

E conforme a vida vai

Eu volto

Me desloco

Pelo vento

Em movimento

Dentro da sala de estar.

Eu nasci enterrada

Eu nasci não o que você acha

Eu nasci diferente

Quase tão esotérica assim

Porque eu nasci de dentro de tanta gente

Que morri dentro de mim.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s