Imagem

Porque eu sou metade raiva, metade esperança.

Metade ódio, metade confiança.

Metade sofrimento, metade perversão.

Metade choro, metade auto-mutilação.

Metade criança, metade alguém que não sou.

Metade morta, metade já enterrada.

Metade tímida, metade vontade de gritar.

Metade sem dor, metade em agonia.

Metade livre, metade vazia.

Pela metade sou cheia de mim.

Metade trancada do lado de fora do inferno enquanto o céu arde em chamas.

Porque metade de mim matou-me por inteira.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s