3 da manhã

Imagem

O som da imortalidade bate na minha janela às 3 da manhã.

Não há ninguém acordado para me socorrer.

Pois 3 da manhã não é lugar para todos.

A não ser os que amam sozinhos e se remexem em suas camas em busca do amor não correspondido debaixo dos lençóis.

E os silenciosos com suas almas vazias.

E os que chegam em casa e são esfaqueados pela solidão enquanto tentam achar as histórias pelos cantos.

E os poetas que são sufocados com as palavras que não existem.

E os que têm tanto a dizer mas ninguém para ouvir.

E os endemoniados e suas xícaras de café frio em cima da cômoda.

E os que têm a roupa ensaguentada e o coração drenado.

E os que enterram suas paixões no quintal de casa.

E os que vomitam toda a esperança enquanto tentam não morrer engasgados.

E os que dão vida a cenários imaginários que não estão lá.

E os que, lentamente, se transformam em alguém diferente.

Mas, como eu disse, não há ninguém acordado para me socorrer.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s