sobre a primeira garota que me relaciono

bom, pode ser que eu saiba ver as qualidades e os aspectos menos atraentes das pessoas. e eu também tenho o poder de decidir quais eu absorvo da pessoa. ao mesmo tempo, isso também depende

do que a pessoa mostra para mim de si. e isso também depende de vários fatores que a própria pessoa não controla. novamente, ela tem o poder de controlar apenas o que ela faz, age, se comporta, demonstra os processos que estão ocorrendo ali em sua mente… falho em tentar decifrar pessoas, em predizer suas palavras, ações, sentimentos, desejos. ficar ansiosa por querer adiantar o futuro é desperdício de energia vital. de qualquer forma, o que eu quero dizer aqui é que só eu posso me melhorar, me olhar e me amar plenamente como sou, retomar meus instintos e sentimentos como dádivas da vida… e se as pessoas não me enxergam/tratam de tal forma, então nada posso fazer. mas também posso escolher retribuir da mesma forma ou apenas seguir minha vida sem pedir nada em troca. Luiza, essa garota que fico, me parece focada em si mesma, em seus problemas pessoais e em falar sobre eles, de maneira que pautam seus assuntos. ao mesmo tempo, busca trabalhar profissionalmente para reverter as desigualdades existentes no mundo jornalísticos, espaço onde ela se vê trabalhando.

ontem conversei com o cara que fico há 5 meses. ele disse que é mais fácil para ele se entregar para alguém que ele sabe o prazo para acabar.

eu fico chateada por ele conseguir se abrir para alguém que ele conheceu há dias, enquanto me enrola por saber que sempre vou estar aqui e, ao mesmo tempo, afirma que sou a pessoa que ele mais gosta em São Luís… parece que ele gosta de joguinhos, da sensação de não ter responsabilidades afetivas ou de cumprir expectativa, mas ainda sim quer ter alguém a quem recorrer quando o desejo apertar. ele me mantém ao seu lado, falando que gosta muito de mim, fazendo pouco para demonstrar isso, enquanto se dedica ao máximo para conhecer superficialmente as pessoas até levá-las para cama por períodos curtos e que vão logo acabar.

e à medida que vamos nos conhecendo, criando mais intimidade, os sentimentos mudam… eu agora quero carinho, demonstrações, memórias afetivas, apoio, conversas, compreensão e honestidade.

eu não sei o que ele quer, e ele também não. ele fala raramente fala dos sentimentos, muito menos se aprofunda para analisá-los, “eu só sinto, não consigo controlar”, então não importa o que outras pessoas sentem em relação ao comportamento dele… ou talvez importe e ele não queira mudar mesmo assim. direito dele.

direito e vontade minha: me amar, me conhecer, me aceitar, me dar o melhor que a vida oferece.

o que é ser humano? (2)

ser humano é

ser pequenino

sem controle do próprio destino

com vontade de amar

sede de viver

eu conversei c meus pais sobre minha insegurança dentro de casa, como me sinto rejeitada por eles. eles disseram que isso não aconteceu, q é coisa da minha cabeça. agora estou duvidando de toda minha vida kk de qualquer forma perdoo eles (mas já que na cabeça deles isso não existiu, e mamãe disse que, até ano passado, estava tudo bem, eles me viam como um ser amável, inteligente, responsável, simples, generoso, humilde)

me perdoo também por ter não sabido falar, por ter levantado a voz, por ter sido vítima e por ter me sentido vítima, por ter perdido a vontade de viver, por ter me confundido, por ter apanhado, por ter batido, por ter me silenciado e mandado alguém se calar…

eu me liberto da culpa e da dor que ela gera, eu liberto meus pais da visão autoritária e fria que eu tenho. eu crio a cada dia que passa uma relação melhor com meus pais, eu busco entendê-los e fazê-los me entender. eu os amo e sinto o amor deles, recebo o amor deles

me liberto do controle deles, me liberto da necessidade de controlar tudo, me liberto do medo, da desconfiança, do ciúmes, da inveja, da violência e dos ciclos que esses sentimentos produzem

eu tenho amor para sentir

eu tenho amor para me dar

eu me vejo como o ser amável que sou

  • é que na maior parte da minha vida criei relações sólidas, pois minhas primos e primos sempre foram meus amigues, e como os conheço desde que nasci, a intimidade e o compartilhamento de momentos são essenciais para eu me sentir confortável

sei lá vai ver a sensação de achar q se tem o afeto de alguém seja melhor do q realmente ter o afeto pq a pessoa expressando o sentimento (ou as confusões mentais sei lá, nem a pessoa sabe às vezes) só te machuca

O que é a rejeição?

  • Tenho medo do abandono e da rejeição
  • Por que? O que uma rejeição, uma reprovação dizem sobre mim?
  • Uma rejeição pode significar que aquilo não irá prosseguir para mim. Podendo ou não haver uma futura aceitação.
  • Ser rejeitada ou reprovada significa que as expectativas das pessoas que avaliam minha performance não foram atendidas.
  • Acontecimentos da vida são assim, não transcorrem do jeito que se quer/planeja sempre, quase nunca. A frustração e a tristeza (e outros sentimentos dolorosos) que derivam da rejeição fazem parte. É preciso aprender a lidar com isso, não deixar que me desequilibrem, que me destruam.
  • Por isso devo deixar de querer/planejar?

Sobre a lua nova em Sagitário

  • Sobre o novo, o desconhecido
  • Sobre se concentrar no presente
  • Observar, estudar, respirar, se concentrar, não perder o centro
  • A comunicação (ou a falta dela, o silêncio também) tem papel crucial nas relações
  • As palavras são expressões dos sentimentos
  • Exalar alegria, gratidão e amor

O que é o que é

sentir
não só com o tato
mas também com os olhos
com a boca e com o olfato

tentando não me matar

sentindo mais meu corpo

o limite de seu alongar

prestando a atenção

em cada fibra

cada ferida

cada respirar

é como se meu corpo

fosse

lento

para um presente acelerado

será se estou presa

no passado?

Faço arte

me parece

é a síntese

do passado

do presente

e do futuro

E por não saber quem sou

“espontânea

Me sinto inseguro

Por vezes a indecisão

corrói tanto quanto a dúvida

De “se eu me arrepender?”

E se “eu não me arrepender?”

Coisas boas são preciosas

E fáceis de perder

O fogo

A chama é uma delas

Pois sendo um incrível passo

pra o que chamamos de humanidade

Dessa fase terrena

E tão limitada pelos sentidos

Desse corpo e dessa mente

E desse mundo

E dessa humanidade

Mas faz parte

Perder um tempo da vida

Querendo saber o que é a vida

O que é o sentir

O que é a morte

O que é o norte

O que são os sons

O que é o tempo

O que é a consciência

O que é a violência

O que é o poder

O que é essa coisa boa

Que eu sinto quando to contigo

notícias sobre mim

  • numa sociedade ideal, as pessoas superam o individualismo exacerbado, passamos a enxergar os outros seres como iguais.
  • O que é o individualismo?
  • Estou lendo um livro chamado Universo Autoconsciente de Amit Goswami.
  • Ele é formado na Índia em física quântica, professor aposentado de física teórica nos EUA – além de outros títulos acadêmicos – e defende o misticismo quântico.